segunda-feira, 28 de maio de 2012

“Exposição Fazendinha” chega pela primeira vez em BH e resgata vida rural


Projeto traz minianimais e outros bichos para interação e entretenimento de toda a família, no estacionamento do Shopping Del Rey 

Fugir do agito da metrópole, relaxar e respirar a vida no campo sem precisar ir muito longe, pode ser mais simples do que se imagina. Pensando no modo de estilo urbano e na referência que adultos e, principalmente, as crianças têm da vida rural – muitas delas só conhecem uma galinha depenada e congelada no freezer – a Artbhz Produtora Espetáculos idealizou a exposição temática Fazendinha, que chega a Belo Horizonte pela primeira vez e acontece de 06 de junho a 29 de julho (de terça a domingo), no Estacionamento G3 do Shopping Del Rey (Av. Presidente Carlos Luz, 3001, Pampulha).

A exposição trará animais domésticos vivos, colocados cenicamente em ambientes que remetem a uma fazenda e ainda haverá brinquedos para a recreação dos pequenos. As crianças poderão interagir com minipôneis, minibovinos, minicabras, miniporcos, lhama e jumento. O público infantil ainda poderá subir em um boi com sela para fazer fotos e registrar o momento ou fazer um delicioso passeio de minicharrete (esses serviços são cobrados à parte). A mostra comportará uma estrutura com tendas, uma casa pré-fabricada em madeira e outros equipamentos, ocupando uma área de dois mil m².

Para garantir a qualidade de vida e o bem-estar dos animais, a produção deixará disponível um veterinário responsável. Também estarão full time, monitores (estudantes da área) que vão tirar dúvidas dos visitantes e auxiliar na montaria, dentre outras atividades.

O minipônei é uma das atrações da Fazendinha


E como em toda fazenda do interior que se preze, não podem faltar os deliciosos doces e quitutes mineiros. Para incrementar a Fazendinha, o público contará com um espaço apropriado para degustar produtos de qualidade e tradição de Minas Gerais.

Projeto Escola

A Artbhz Produtora de Espetáculos irá proporcionar visitas monitoradas para as escolas e grupos independentes. Com preços especiais e horários específicos, escolas interessadas em garantir aos seus alunos momentos de diversão e contato com o mundo rural, poderão agendar suas visitas. Conciliar a educação às diversas linguagens culturais é mais do que proporcionar acesso a essas formas de expressão: é garantir a possibilidade de estabelecer relação entre aprendizado e emoção.

Serviço
Exposição Fazendinha
Data: 06 de junho a 29 de julho
Horários: de terça a sexta, das 14h às 22h; sábado, das 10h às 21h; domingo, de 12h às 20h
Local: Estacionamento G3 do Shopping Del Rey (Av. Presidente Carlos Luz, 3001, Pampulha)
Valores: De terça a sexta, R$24 inteira e R$12 meia-entrada; sábados, domingos e feriados, R$30 inteira e R$15 meia-entrada.
Pacotes Fazendinha-família:
De terça a sexta: 3 pessoas, R$30/ 4 pessoas, R$45/ 5 pessoas, R$50
Sábados, domingos e feriados: 3 pessoas, R$40/ 4 pessoas, R$55/ 5 pessoas, R$60   
Vendas: Ingressos à venda na bilheteria da exposição
Observação: Os valores são referentes ao acesso à exposição. No interior são ofertadas outras atrações com ingressos à parte.
Mais informações: (31) 3463-1300 ou http://artbhz.com.br/artbhz  
Telefone do shopping: (31) 3479-2000


Meninos de Minas se apresentam no aniversário da Vale


Apresentação aos colaboradores da empresa será dia 31
na Concha Acústica, em Itabira

A Vale completa 70 anos de existência com uma grande apresentação dos Meninos de Minas. O show para os colaboradores da empresa será no dia 31 de maio (quinta-feira), às 19h30, na Concha Acústica (Encosta Leste do Pico do Amor, s/n,  Bairro Campestre, Itabira-MG).

O Projeto Meninos de Minas desenvolve atividades ligadas à música, através de oficinas de musicalização e construção de instrumentos musicais, a partir da utilização de material reciclado. 

Os participantes do Projeto têm acesso ao mundo das artes e da cultura, ampliando suas oportunidades de inserção social, com a participação em ações que aumentam suas habilidades individuais e coletivas, inclusive com atividades focadas na cidadania, solidariedade e respeito à diversidade.

O Projeto, que existe desde 2001, já proporcionou a centenas de adolescentes, com idade entre 14 e 17 anos, a participação em diversas atividades artísticas, além de palestras com temas diversos discutindo a ética, a cidadania, qualidade de vida e assuntos específicos de interesses dessa faixa etária.

Como resultado das oficinas, alguns participantes são selecionados para compor o grupo de apresentações e têm atividades focadas em performance de palco para realizar ações que divulgam o projeto. Os Meninos de Minas já se apresentaram em diversas cidades mineiras, além de Espanha e Portugal, onde participaram dos VI e VII Encontro de Culturas de Serpa/Portugal, que reúne expressões culturais de vários países como Espanha, Portugal, Cabo Verde, Brasil entre outros. 

As atividades do grupo estão a todo vapor e ensaios constantes são realizados para as apresentações futuras. A agenda conta com apresentações marcadas para Itabira,  Serpa/Portugal e Rio de Janeiro. 

O Projeto é realizado em Itabira e Betim e oferece aos jovens participantes inúmeras oportunidades de aprendizados artísticos culturais. A iniciativa conta com patrocínio da VALE por meio da Lei de Incentivo a Cultura ROUANET, apoio da Prefeitura Municipal de Itabira e Produção do Grupo 4º Plano de Cultura.

Assessoria de imprensa: (31) 3274 8907

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Meninos de Minas se apresentam na comemoração dos 25 anos da Casa de Cultura de Betim


Apresentação gratuita será no dia 27 de maio


A Casa de Cultura de Betim comemora seus 25 anos de existência com a apresentação gratuita do grupo Meninos de Minas. A festa será no dia 27 de maio (domingo), às 16h30, na Praça Milton Campos, em Betim.

O Projeto Meninos de Minas desenvolve atividades ligadas à música, através de oficinas de musicalização e construção de instrumentos musicais, a partir da utilização de material reciclado. 

Os participantes do Projeto têm acesso ao mundo das artes e da cultura, ampliando suas oportunidades de inserção social, com a participação em ações que aumentam suas habilidades individuais e coletivas, inclusive com atividades focadas na cidadania, solidariedade e respeito à diversidade.

O Projeto, que existe desde 2001, já proporcionou a centenas de adolescentes, com idade entre 14 e 17 anos, a participação em diversas atividades artísticas, além de palestras com temas diversos discutindo a ética, a cidadania, qualidade de vida e assuntos específicos de interesses dessa faixa etária.

Como resultado das oficinas, alguns participantes são selecionados para compor o grupo de apresentações e têm atividades focadas em performance de palco para realizar ações que divulgam o projeto. Os Meninos de Minas já se apresentaram em diversas cidades mineiras, além de Espanha e Portugal, onde participaram dos VI e VII Encontro de Culturas de Serpa/Portugal, que reúne expressões culturais de vários países como Espanha, Portugal, Cabo Verde, Brasil entre outros. 

As atividades do grupo estão a todo vapor e ensaios constantes são realizados para as apresentações futuras. A agenda conta com apresentações marcadas para Itabira,  Serpa/Portugal e Rio de Janeiro. 

O Projeto é realizado em Itabira e Betim e oferece aos jovens participantes inúmeras oportunidades de aprendizados artísticos culturais. A iniciativa conta com patrocínio da VALE por meio da Lei de Incentivo a Cultura ROUANET, apoio da Prefeitura Municipal de Itabira e Produção do Grupo 4º Plano de Cultura.

Assessoria de imprensa: (31) 3274 8907

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Arraial do Olympico Club



Clube promove festa junina com samba, sertanejo e atrações
para toda a família

Pode começar a animar que o arraial vai começar! Vem aí mais uma edição da Festa Junina do Olympico Club, um super evento preparado para toda a família, com comidas típicas, danças, brincadeiras, shows e muita diversão. A festa, já tradicional em Belo Horizonte, acontece no dia 02 de junho, sábado, a partir das 18, na sede do Olympico Club (Professor Estevão Pinto, 783, Serra).

A programação tem atrações para todos os gostos. Primeiro o som do samba do grupo Trem dos Onze que apresenta um repertório cheio de releituras dos mais famosos sambas. Em seguida, quem agita o arrasta-pé é uma das duplas sertanejas de maior sucesso, Antonio Carlos & Renato, que prometem esquentar a noite e levantar poeira com músicas próprias e alguns sucessos do gênero.

A criançada irá se encantar com a Fazendinha do Olympico – irão conhecer como é a vida no campo com animais verdadeiros (pônei, vaca, cabrito e outros) e aproveitar para tirar um montão de fotos.

E não termina por aí, um moderno Lounge Jovem com DJ para a moçada curtir com segurança e conforto e o Espaço Game com jogos eletrônicos e brinquedos radicais.
Barraquinhas de diversões juninas, comida e bebidas típicas completam a noite.

Os ingressos para o Arraial do Olympico Club para sócios e não sócios podem ser adquiridos na secretaria do clube ou pelo telefone 3073-9111.

Arraial do Olympico Club
Shows com Antonio Carlos & Renato e Trem dos Onze
Data: 02 de junho 2011 – sábado - Horário: 18h00 às 02h00
Endereço: Professor Estevão Pinto 783, Serra
Ingressos à venda na secretaria do Clube ou pelo (31) 3073-9111
R$15,00 sócios / R$30,00 não sócios
Crianças até 07 anos: Não pagam que deverão ser retirados pelos pais e responsáveis na secretaria

terça-feira, 22 de maio de 2012

Exposição reúne obras de 120 mestres da pintura



De 24 a 28 de maio, o galerista e marchand Vitor Braga promoverá uma marcante mostra que reunirá importantes obras nacionais e internacionais. A exposição será realizada no Hotel Caesar Business – (Av. Luiz Paulo, 421 Belvedere) e em seguida, no dia 29, haverá o leilão.

Entre os destaques da mostra, estão as coleções de Wilson Frade, renomado jornalista e colunista social mineiro já falecido, a do Banco Bozano Simonsen, denominada Collection I ao V, e a de Odilon e Sônia Gomes. Fazem parte ainda desse acervo seis outras coleções brasileiras do Ceará, Minas, Brasília e Rio Janeiro.

A exposição e leilão oferecem verdadeiras obras primas de artistas como Portinari, com um quadro a óleo, estudo final para o painel “Guerra e Paz” que está na sede da ONU, medindo 165 x 105 cm.

Também estarão presentes dois quadros a óleo de Di Cavalcanti, excepcional obra de Guignard, Vista de Ouro Preto, além de esculturas do mestre colombiano Fernando Botero (disponível atualmente no Museu de Artes e Ofícios em BH). E ainda: Castagneto, Taunay, Eliseu Visconti, Benedito Calixto, Salvador Dali, Amilcar de Castro, Inimá de Paula, Marcier, Aldemir Martins, Scliar, Carybé, Reynaldo Fonseca, Siron Franco, João Câmara, Franz Weissmann, Frans Krajcberg, Fukushima, Manabu Mabe, Alfredo Ceschiatti, Bruno Giorgi, Arthur Pereira, Abrahm Palatnik, Rubem Valentim, Antônio Bandeira, Clóvis Graciano, Iberê Camargo, Rebolo, Vik Muniz, Farnese de Andrade, Enrico Bianco, Daniel Senise, Anita Malfatti, Maria Leontina, Milton Dacosta, Judith Lauand, Ismael Nery e Rubens Gerchman, Marcelo Grassmann e Orlando Teruz.

A mostra antecipa o Grande Leilão de Outono 2012 que vai acontecer no dia 29 de maio (terça-feira) no Hotel Caesar Business – Salão Ouro e Cobre. Ao todo, serão leiloadas 200 obras, cujo os valores são abaixo do mercado,  de 120 artistas.

Exposição e Grande Leilão de Outono 2012

Exposição: De 24 a 28 de maio de 2012, das 11 às 22h (Quinta à Segunda-feira)

Leilão: Dia 29 de maio de 2012, às 21 horas (Terça-feira)

Local.: Hotel Caesar Business - Av. Luiz Paulo, 421 – Belvedere

Tel.: (31) 2123-9898/3286-4282 /9124-9848 / 9916-2783

Aqui Jazz apresenta banda Take Five e Selmma Carvalho

Depois da memorável participação do cantor e compositor Renato Motha, o Aqui Jazz 2012 traz ao palco do Parque Municipal a cantora e pianista Selmma Carvalho. Ela se apresenta no dia 27 de maio (domingo), ao lado da banda Take Five, às 11 horas.

Nesta edição, o projeto, que já é tradição na cidade, homenageia os 70 anos de Gilberto Gil que será comemorado no mês de junho. No repertório, estão parcerias de João Donato e Gilberto Gil, como Bananeira, e clássicos de Gil , entre elas: Que Besteira, Emoriô e A Paz.
Depois do Parque Municipal, o Aqui Jazz irá prestigiar os belo-horizontinos com apresentações no Parque JK, na Praça da Liberdade e na Praça do Papa. Em Contagem, os shows acontecem na Praça Íria Diniz e no Parque Renascer.

Reconhecido pela atualidade e originalidade, o projeto Aqui Jazz é uma iniciativa do Parque Renascer, do Bosque da Esperança e da Funeral House e vem percorrendo praças e parques de Belo Horizonte e da Região Metropolitana, desde 2005. O objetivo é divulgar gratuitamente a música instrumental de qualidade, interpretada por artistas mineiros. Uma das características do evento é a presença de um belíssimo Cadilac 1974, que faz parte da frota de veículos do Parque Renascer.

Selmma Carvalho - Natural de Nova Lima (MG), a cantora e pianista Selmma Carvalho iniciou, aos oito anos de idade, estudos de piano clássico com Luiza Maria Fernandes dos Santos, sua tia e primeira mestra. Mais tarde, fez curso superior de piano na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e de Artes Plásticas na FUMA (Fundação da Universidade Mineira de Arte). Considerada uma das mais talentosas cantoras da música mineira, ela tem três discos gravados, “Selmma Carvalho”, “Cada Lugar” e “Cada Lugar na sua Coisa”.

Take Five - Com 20 anos de experiência, o quinteto Take Five se especializou em interpretar os grandes sucessos do jazz e da bossa nova, passando pelo erudito, com obras de compositores que estão na fronteira entre o clássico e o popular. Na formação da banda estão, os músicos: Ricardo Penido (trompetista), Matteo Ricciardi (saxofonista), Ronaldo Araújo (contrabaixista), Leo Lana (percussão) e Walner Casitta (piano).

“Aqui Jazz” com participação especial de Selmma Carvalho

Data: 27 de maio de 2012 / Horário: 11h

Local: Parque Municipal - Centro

Entrada franca - Classificação Livre




Alternativa Z se apresenta em Taguatinga e Luziânia


Os shows serão nos dias 2 e 3 de junho e contarão com a participação das bandas  Madrenegra, Cromus, Vitrine entre outras

A banda mineira Alternativa Z faz show em Taguatinta e Luziânia nos dias 2 e 3 de junho (sábado e domingo). O grupo, que lançou recentemente o CD “Tô Vivo na Parada”, promete duas noites de muito rock’n roll para o público.  No dia 2 de junho (sábado), o show será no Blues Pub (Quadra Csa 1, 1 – Taguatinga-DF). Já no dia 3 de junho (domingo), a apresentação será no Snooker Bola 10 – (Jardim do Ingá, Luziânia-GO).
Na noite do dia 2, os mineiros dividirão o palco com as bandas Cromus, Madrenegra e Vitrine. No dia 3, o Alternativa Z toca com os grupos Atacando o Motor, Bando du Cerrado, Vitrine, Penteando Macaco e Madrenegra.

Os integrantes da Alternativa Z apresentarão o show baseado no terceiro CD, intitulado “Tô Vivo na Parada”. Criada em 2002, a banda é formada por Fred Rodrigues (voz), Digo Nascimento (guitarra), Flávio Pessoa (baixo) e Maurício Barbosa (bateria). Em seus shows, que já foram apresentados em diversas cidades brasileiras, os integrantes se destacam por uma performance inusitada, onde a plateia se surpreende com as transformações cênicas dos figurinos. No repertório, músicas autorais e outras releituras de sucessos das grandes bandas do cenário nacional.

Formada em Brasília em outubro de 2011, a banda Madrenegra produz um rock alternativo, com som pesado e elementos de poesia falada. Os integrantes Nicko Roriz (baixo), Devan Soares (guitarra), Leandro Mathiolle (bateria) e 0 vocalista Marcelo Marcelino defendem a ideia de que o rock deve ser irreverente, ter personalidade, um bom texto e uma boa dose de rebeldia.

Originária de Luziânia (GO), cidade do entorno do Distrito Federal, a banda Cromus surgiu em janeiro de 2010. Transitando pelas diversas vertentes do Rock Alternativo, o grupo tem fortes influências de bandas como: Creed, Seether, 3 Doors Down, Audioslave, Foo Fighters, Silverchair, Evanescence e Alter Bridge. E ainda, Alice in Chains e Pearl Jam, bandas precursoras do Grunge de Seattle.O Cromus é formado por Neviton Silva (bateria), Yvan Silbernagel (guitarra), Messias Lima (baixo) e William C. Sousa (vocal e guitarra).
Criada em 2002, em Taguatinga (DF), a Vitrine é uma típica banda de Brasília, com influências dos anos 1980. Além da pegada oitentista , os  integrantes Davi Kaus (guitarra e vocais), Israel Veloso (guitarra e vocais), Mark Santana (baixo) e Anderson Gomes (bateria) bebem na fonte das bandas dos anos 2000, como Elefant, Strokes, Bloc Party e Killers.

O Bando du Cerrado faz parte da vertente do rock “cerradocore”, com uma pegada forte mesclada com diversos estilos e letras cômicas. O trio brasiliense Penteando Macaco é formado por Lio (guitarra e voz), Thiago (baixo) e Robério (bateria). O grupo surgiu em janeiro de 2012, com a música “Alemã”, do primeiro EP, que será lançado ainda neste mês. O rock produzido pela banda traz na bagagem diversas influências do Cerrado Federal. O grunge também estará presente com a banda Atacando o Motor, do Distrito Federal. 

Ingressos:
02/06 – Taguatinga: : Mulheres R$ 5,00 e Homens R$ 7,00
03/06 – Luziânia: R$ 4,00

Outras informações: (31) 9848 1167
Assessoria de imprensa – CL Assessoria em Comunicação (31) 3274 8907
Heberton Lopes - heberton@christinalima.com.br / (31) 9775 8907
Christina Lima - christina@christinalima.com.br / (31) 9981 4897

Encontro de bambas para celebrar o samba


Centro Cultural do Samba comemora 2 anos ao lado de Vander Lee, Grupo Tradição, Samba do Rei e Tia Cecília

Para marcar os dois anos do charmoso espaço “Centro Cultural do Samba – Purarmonia”, que resgata a tradição do gênero mais brasileiro de todos, os rapazes do Purarmonia preparam grande festa marcada para o dia 06 de junho (quarta-feira), a partir das 20h, na própria casa (Avenida Heráclito Mourão de Miranda, 2.230, bairro Castelo).

E como todo bom anfitrião, os rapazes recebem convidados especiais para fazerem uma animada roda de samba ao som de muito batuque e repique. Está confirmada a participação do músico e compositor “Vander Lee”, que lançou recentemente o álbum “Sambarroco”, registro que marca uma nova fase voltada para o samba sem perder a mineiridade – marca registrada do músico. Quem também vai marcar presença é a turma do “Samba de Rei”, que nasceu em 2009, fruto da união de amigos ritmistas do G.R.E.S Mocidade Independente, na cidade histórica de São João del-Rei, e apresenta um som marcante que transforma clássicos da música brasileira no ritmo contagiante do samba.



Outros bambas que sobem ao palco com o “Purarmonia” são os rapazes do “Grupo Tradição”, com 19 anos de estrada, que possuem um som inspirado em grandes nomes da história da música brasileira, como Cartola, Candeia, Martinho da Vila, Dona Ivone Lara, Clara Nunes e Beth Carvalho. Roda de samba que se preze merece um toque feminino e a festa ainda contará com a participação da “Tia Cecília”, com todo seu carisma e voz potente.   

No set list, clássicos como “Não deixe o Samba Morrer” (1975), de Edson da Conceição e Aloísio, “Minha”, “Retalhos de Cetim” (1973), composta por Benito de Paula, entre outras.   

Localizado em uma das regiões mais charmosas de Belo Horizonte, na Pampulha, o “Centro Cultural do Samba – Purarmonia” tem 600 m², é totalmente arborizado, possui decoração temática que proporciona um clima agradável e um ambiente aconchegante. A proposta do espaço é levar animação e descontração, com música de qualidade, som ao vivo, além de resgatar a memória do samba através da exposição de notícias e fotos da história do estilo musical. A casa oferece cardápio de petiscos variados, como espetinhos, caldos, porções de filé com fritas, pasteis de bacalhau, miniquibes, e carta de bebidas completa, incluindo cervejas nacionais, destilados, além de sucos, refrigerantes e cerveja sem álcool.

Sobre o Purarmonia
Em seus 14 anos de estrada, em que se firmaram como um dos grupos de samba mais atuantes de Belo Horizonte, o “Purarmonia” sempre teve o desejo de ter seu próprio espaço, onde pudesse fazer shows sem se preocupar com disponibilidade de datas e outros detalhes. O grupo também queria um local para convidar grupos e bandas especializados no gênero mais brasileiro de todos: o samba. E assim surgiu o “Centro Cultural do Samba – Purarmonia”.   
O lema do Purarmonia é “Um samba diferente” e é isso que os fãs conferem em cada show, onde há uma preocupação constante com o repertório, a apresentação e, principalmente, o alto astral de cada espetáculo. Formado pelos irmãos Brussa Cordeiro (percussão) e Biúla (voz) e os músicos Pacheco (Violão), Júlio (Tantã e voz) e Dirrona (pandeiro), o Purarmonia ainda conta com o baterista Dinho Batera, há mais de 10 anos no time, garantindo a batucada vibrante presente em cada interpretação. Para garantir ainda mais a qualidade dos trabalhos, o grupo tem como diretor musical e arranjador o renomado maestro Rildo Hora, responsável por deslanchar as carreiras de artistas como Zeca Pagodinho, Beth Carvalho, Dudu Nobre e Grupo Fundo de Quintal.

 Serviço
Festa 2 anos “Centro Cultural do Samba – Purarmonia”
Data: 06 de junho, quarta-feira
Horário: 20h
Endereço: Avenida Heráclito Mourão de Miranda, 2.230, bairro Castelo    
Ingressos: Primeiro lote ESGOTADO, Segundo lote R$35,00, Terceiro lote R$50,00.
Posto de venda: Centro Cultural do Samba - Purarmonia, de quinta a domingo em seu horário de funcionamento.
Mais informações: (31) 8492-8033/3317-3653

Assessoria de Imprensa: CL Assessoria em Comunicação: (31) 3274-8907
Christina Lima (31)9981-4897/christina@christinalima.com.br
Raquel Moreno (31)9775-8907/raquel@christinalima.com.br



quinta-feira, 17 de maio de 2012

UMA QUESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA


Depois de Brasília e Goiânia, Juiz de Fora é a terceira cidade a receber o programa cultural voltado para as artes cênicas 

Depois da estreia de sucesso em Brasília e após passar por Goiânia, o instigante programa cultural “Uma Questão de Sobrevivência” chega a Juiz de Fora no dia 04 de junho (segunda-feira), no Teatro Pró-Música (Av. Rio Branco, nº 2.329, Centro), para mostrar todas as possibilidades que as artes cênicas oferecem. O projeto, totalmente gratuito e aberto ao público, engloba ações simultâneas que consistem em duas apresentações da vitoriosa peça “Te Quero Como Queres, Me Queres Como Podes”, mostra fotográfica, debate artístico, workshop e uma performance nas ruas.

O projeto foi contemplado pelo PRÊMIO MYRIAM MUNIZ, da Fundação Nacional das Artes 2011 e nasceu a partir da história das personagens da peça, que motivam o público a estender a mão, refletir, dialogar sobre flagelos e carências, por uma questão de sobrevivência. As ações utilizam as mais diversas linguagens do teatro, propondo novas experimentações estéticas, colaborando para a reflexão e o diálogo na sociedade. Além disso, contribui para o crescimento do teatro mineiro sob a ótica da pesquisa e de diferentes formas de comunicação.

Na peça, as atrizes Renata Duarte Dutra e Maria Alice Rodrigues encenam de maneira sensível e emocionante a história de duas meninas moradoras de rua, Catarina e Miranda, consumidoras de crack, que em estado terminal relembram suas vidas pregressas. O texto é de Aristides Vargas, traduzido e adaptado pelo diretor Orlando Orube. Serão duas exibições, às 16h e 20h, no Teatro Pró-Música.



Além de conferir a história de Catarina e Miranda, o público poderá acompanhar a mostra fotográfica, das 16h às 21h, que será exibida no foyer do teatro. Sob o olhar atento e singular do fotógrafo Marcílio Gazzinelli, serão reveladas 23 imagens de bastidores junto ao resultado nos palcos. A exposição foi idealizada por Marcílio Gazzinelli e pela MBYÁ Produções, que também assina a curadoria.

Workshop e performance

Outro destaque é o workshop “O Teatro Latinoamericano e seu Engajamento Social”, voltado para a classe artística, que acontece às 18h, no Fórum da Cultura (Rua Santo Antônio, 1.112, Centro). Ministrado pelo diretor do espetáculo, a ideia é contemporaneizar o teatro, mostrando que hoje ele se manifesta de forma diferente de 15 anos atrás. O desafio é a tarefa de elaboração do teatro, capaz de informar, formar, ilustrar para todo tipo de público. Com carga horária de 2 horas, serão disponibilizadas vagas para a oficina, cujas inscrições serão feitas pelo e-mail producao@mbya.com.br. Atividade sujeita à lotação.

Jovens, vítimas da omissão, da violência e do vício, vivendo em um completo exílio. Quantos vivem no submundo? Partindo desse questionamento, o elenco da peça convida o público para uma performance no Parque Halfeld, às 14h. Criada a partir de uma Passeata Pacífica, dirigida por Orlando Orube e realizada no na Orla de Ipanema (Rio de Janeiro), as atrizes Renata Duarte Dutra e Maria Alice Rodrigues se juntaram a outros 50 artistas mirins e convidaram populares a caminharem juntos, de mãos dadas, a favor da vida.

Sobre a peça 
A peça mostra uma atuação impactante das atrizes Renata Duarte Dutra e Maria Alice Rodrigues, que encenam de maneira sensível e emocionante a história de duas meninas moradoras de rua. Catarina e Miranda, consumidoras de crack em estado terminal relembram suas vidas pregressas. Vindo de uma família desestruturada, com a mãe omissa e ausente, o pai violento que as jogou na rua, tudo isso em meio a fantasias poéticas próprias de meninas que poderiam ter tido um futuro promissor.

O texto, que repousa essencialmente na força da interpretação das atrizes, é de Aristides Vargas, traduzido e adaptado pelo diretor Orlando Orube, e propõe uma encenação simples, ágil e despojada. Para compor os personagens, elas realizaram laboratório e fizeram acompanhamento vocal e corporal, a fim de levar às cenas personagens mais próximas da realidade.

A montagem tem início a partir de um filme de seis minutos, que apresenta ao público o ambiente e o contexto em que se passa a história. Dessa forma, em um espetáculo multimídia, o curta metragem também serve de cenário aliado à reprodução de uma calçada e a pequenos objetos. O ambiente se transforma a cada cena por meio da luz criada por Pedro Pederneiras, onde acontecem todas as reflexões, delírios, diálogos e fantasias das personagens. A trilha sonora de Tatá Sympa completa a ambientação, dando ritmo ao espetáculo.

SERVIÇO “Uma Questão de Sobrevivência”
- Exibição da peça “Te Quero Como Queres, Me Queres Como Podes”
Datas: 04 de junho, segunda
Horário: 16h e 20h
Local: Teatro Pró-Música (Avenida Rio Branco 2329, Centro)
- Performance "Uma questão de Sobrevivência"
Data: 04 de junho, segunda
Horário: 14h
Local: Parque Halfeld
- Workshop com Orlando Orube
Data: 04 de junho, segunda
Horário: 18h
Local: Fórum da Cultura (Rua Santo Antônio, 1112, Centro).
Inscrições: producao@mbya.com.br
- Mostra Fotográfica
Data: 04 de junho, segunda
Horários: De 16h às 21h
Local: Foyer do Teatro Pró-Música
Informações: producao@mbya.com.br ou
projetoumaquestaodesobrevivencia.blogspot.com


Assessoria de ImprensaCL Assessoria em Comunicação: (31) 3274-8907




terça-feira, 15 de maio de 2012

Alternativa Z convida grupos de rock de Brasília


O show será dia 19 de maio e contará com a participação das bandas
 Madrenegra e Penteando Macaco


Após lançamento do CD “Tô Vivo na Parada”, realizado em março, a banda Alternativa Z volta a se apresentar em Belo Horizonte. O grupo sobe ao palco da Casa Cultural Matriz (Rua Guajajaras, 1353 - Terminal JK, Centro), no dia 19 de maio (sábado), a partir das 21h. Como convidados, os integrantes da Madrenegra (DF) e da Penteando Macaco (DF) promovem um intercâmbio musical que vai proporcionar ao público uma noite com muito rock’n roll.

A anfitriã da noite, Alternativa Z, apresentará o show baseado no terceiro CD, intitulado “Tô Vivo na Parada”. Criada em 2002, a banda é formada por Fred Rodrigues (voz), Digo Nascimento (guitarra), Flávio Pessoa (baixo) e Maurício Barbosa (bateria). Em seus shows, que já foram apresentados em diversas cidades brasileiras, os integrantes se destacam por uma performance inusitada, onde a plateia se surpreende com as transformações cênicas dos figurinos. No repertório, músicas autorais e outras releituras de sucessos das grandes bandas do cenário nacional.

Formada em Brasília em outubro de 2011, a banda Madrenegra produz um rock alternativo, com som pesado e elementos de poesia falada. Os integrantes Nicko Roriz (baixo), Devan Soares (guitarra), Leandro Mathiolle (bateria) e 0 vocalista Marcelo Marcelino defendem a ideia de que o rock deve ser irreverente, ter personalidade, um bom texto e uma boa dose de rebeldia.

O trio brasiliense Penteando Macaco é formado por Lio (guitarra e voz), Thiago (baixo) e Robério (bateria). O grupo surgiu em janeiro de 2012, com a música “Alemã”, do primeiro EP, que será lançado ainda neste mês. O rock produzido pela banda traz na bagagem diversas influências do Cerrado Federal.
Serviço:
Bandas Alternativa Z”, Madrenegra e Penteando Macaco
Data: 19 de maio – 21 horas
Local: Casa Cultural Matriz – Rua Guajajaras, 1353 - Terminal JK, Centro
Classificação: 16 anos
Ingressos: Antecipado: R$ 12 - No dia do show: R$ 15
Outras informações: (31) 9848 1167
Assessoria de imprensa – CL Assessoria em Comunicação (31) 3274 8907
Heberton Lopes - heberton@christinalima.com.br / (31) 9775 8907
Christina Lima - christina@christinalima.com.br / (31) 9981 4897

segunda-feira, 14 de maio de 2012

MOSCOW CIRCUS ON ICE EM BH

Pioneira na combinação entre o universo circense, a patinação artística e o balé clássico,

companhia completa 50 anos em 2012


O MOSCOW CIRCUS ON ICE, Circo de Moscou no Gelo, completa 50 anos de fundação em 2012 e marcará a data com uma inédita turnê brasileira, que passará por 19.

Belo Horizonte está na rota da companhia. Serão duas únicas apresentações no Palácio das Artes, nos dias 19 e 20 de maio, sendo duas sessões no segundo dia. A turnê tem o patrocínio do Bradesco.

Desde sua estreia, em Bruxelas (1964), a companhia vem conquistando uma sólida reputação junto ao público e à crítica internacional, graças à surpreendente e inovadora combinação entre o universo circense, o ballet clássico tradicional e a patinação artística. Fundado por um dos mais importantes diretores de dança artística da extinta União Soviética, o coreógrafo Arnold Gregoryevich, o Circo hoje é dirigido por Natalia Abramova e reúne 26 bailarinos especializados em patinação artística.
O vigor físico, o virtuosismo, a sincronia de movimentos e o equilíbrio em acrobacias arriscadas e precisas são elementos que pontuam a excelência do espetáculo – ainda hoje o único ballet circense no gelo do mundo. São 26 artistas distribuídos em 17 números em dois atos, que incluem malabares, dança, trapézio e entradas de palhaço, que dão o tom lúdico ao show. A trilha sonora vai do clássico à tradicional música russa, trazendo também arranjos contemporâneos.

Outra característica singular do espetáculo é o picadeiro, uma pista de gelo sintético formada por placas colocadas diretamente no piso do palco, o que permite a apresentação da companhia em casas de espetáculo fechadas, como é o caso do Palácio das Artes.

“Os patins dão ao circo mais dinamismo, mas exigem um trabalho árduo de treinamentos diários, com muita preparação física e mental. Não há um patinador nesta companhia que não domine com maestria as mais variadas técnicas circenses”, afirmou recentemente a diretora Natalia Abramova, em entrevista recente à imprensa espanhola.

O espetáculo é composto por 17 números, todos eles executados sobre patins: Winter Act (ballet acrobático), Duo Aerial Act (trapézio), Russian Bar (acrobacia em barra), Quick Change (patinação artística), Aerial Rope Act (acrobacia em cordas suspensas), Juggling Act (malabares), Hula Hoops (malabares com bambolês), Three Elements (equilíbrio), Cubes (malabares e acrobacia), Spinning Act (patinação artística e acrobacia), Skipping Ropes (acrobacia em cordas), Diábolo (malabares com iôiô chinês), German Wheel (acrobacia em roda metálica), Clown Act (palhaços), Unicycle (acrobacias sobre rodas) e Grand Finalle.

“O ambiente lúdico do circo nos remete à infância e, talvez por isso, ele é capaz de atrair famílias inteiras aos picadeiros mundo afora. No caso do Circo de Moscou No Gelo, conta-se ainda com a beleza da patinação artística, além da incrível precisão dos números aéreos. Por isso, é um espetáculo ainda mais rico e dinâmico”, acrescenta um dos realizadores da turnê.

História – O nascimento do primeiro “circo no gelo” do mundo é um marco na história do gênero. O Circo de Moscou no Gelo é oriundo do Grande Circo Nikulin, da Rússia, e foi o último e mais bem-sucedido trabalho assinado por Arnold Gregroyevich, nome de referência na cena cultural daquele país graças às contribuições valiosas que deu ao teatro de variedades, ao cinema e ao balé clássico. Foi ele próprio quem fez a seleção do elenco original e produziu o primeiro espetáculo, que estreou em 16 de outubro de 1964, na Bélgica.

Além do refinamento técnico numa superfície nada usual, o show inaugural também cativou as plateias pela dramaturgia, já que os números ilustravam uma trama central, que trazia atores cômicos e um palhaço como personagens centrais. Desde então, a companhia segue desenvolvendo e enriquecendo suas performances, buscando inovar sempre, mas honrando suas tradições e a experiência de seu precursor, agora sob o olhar cuidadoso de Natalia Abramova.

Suas turnês já passaram por países como França, Itália, Israel, África do Sul, Nova Zelândia, Japão, China, Canadá, Polônia, Espanha e Emirados Árabes.

CIRCO DE MOSCOU NO GELO
“MOSCOW CIRCUS ON ICE”
Turnê Brasil 2012
Belo Horizonte
Local: PALÁCIO DAS ARTES
Endereço:
Avenida Afonso Pena, 1537.
Datas:  19 de maio (sábado, 20h)/20 de maio (domingo, às 16h e 19h30)

Setores e preços

- PLATEIA 01 – 120,00
- PLATEIA 02 – 100,00
- BALCÃO – 80,00

Bilheteria: (31) 3236-7400 (saguão superior do Palácio das Artes)

                      www.ingresso.com

Horário de Funcionamento: Segunda-feira a sábado, das 10h às 21h; Domingos e feriados, das 14h às 20h.

Mais informações:www.palaciodasartes.com.br

Formas de pagamento

Aceita cartões de débito e crédito qualquer bandeira e dinheiro. Não aceita cheque.
Outros pontos de venda:

- Blockbuster Gutierrez e Americanas.com no Shopping Cidade
- taxa de conveniência: 15% nos pontos de venda extras, site ingressorapido.com e no telefone

Elenco
Kirill Abramov * Daria Abramova * Kirill Begichev * Yury Belousov
Ruslan Gindulin * Ganna Dovgopola * Sergey Egorov
Maryia Feaktsistava * Ilina Alexandra * Mikhail Khramtsov
Anton Kononenko * Yana Kononenko * Maria Loginova
Natalia Maygova * Yulia Piterova * Alexander Polyakov
Dmitry Polyakov * Viktoria Polyakova * Olga Lazareva
Yulia Ikonnikova *Sergey Sobolevsky * Varvara Sirotkina * Alena Koryagina

Mais informações
http://www.circusonice.ru/
CL Assessoria de Comunicação

terça-feira, 8 de maio de 2012

Renato Teixeira se apresenta em BH


Ícone da Música Popular Brasileira interpreta grandes sucessos da carreira
dia 24 de maio no Sesc Palladium

No dia 24 de maio (quinta-feira), às 21h, o Sesc Palladium (Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, BH) recebe o show do cantor e compositor Renato Teixeira. Acompanhado da sua banda, ele mescla grandes sucessos da carreira com hits da música folk nacional.
Com versões acústicas e delicadas, Renato, junto aos seus filhos João Lavraz (baixo) e Chico Teixeira (voz e violão de doze cordas), apresenta novas roupagens para clássicos como “Tocando Em Frente”, “Romaria”, “Amanheceu, Peguei a Viola”, “Cuitelinho”, entre muitas outras.
“Mais do que um show, esta apresentação é uma verdadeira reunião familiar. As músicas sairão de forma improvisada, tudo dependerá da forma que o público vai corresponder ao nosso encontro. Será um pai tocando com dois filhos. Vão ser composições minhas, do Chico e do João”, explica Renato Teixeira.
Renato Teixeira é autor de conhecidas canções, como “Romaria”, que foi grande sucesso na voz de Elis Regina, “Tocando em frente”, em parceria com Almir Sater e gravada também por Maria Bethânia, “Dadá Maria”, em dueto com Gal Costa, e “Frete”, que foi tema de abertura do seriado Carga Pesada, da Rede Globo, além de Amanheceu, Peguei a Viola, entre outros.
O show é uma demonstração impecável de união, respeito e admiração, além da boa música. Como o próprio poeta Renato Teixeira costuma dizer, “o simples resolve tudo”.

A realização do show do Renato Teixeira em Belo Horizonte é do produtor cultural Jackson Martins, que já trouxe importantes nomes da música como Zé Ramalho, Almir Sater e muitos outros.

Serviço:
Renato Teixeira em BH
Local: Sesc Palladium - Rua Rio de Janeiro, 1046, Centro, BH
Data: 24 de maio de 2012
Horário: 21h
Valores dos ingressos:
Primeira plateia: R$.60
Segunda plateia: R$ 50
Terceira plateia: R$ 40
Meia-entrada válida para estudantes e idosos com idade acima de 60 anos (mediante a apresentação de documento comprobatório)
Vendas de ingressos: bilheterias do Sesc Palladium – De 9h às 21h
Classificação: livre
Informações para o público: (31) 3214 5360
Assessoria de Imprensa: CL Assessoria em Comunicação – (31) 3274 8907
Heberton Lopes – heberton@christinalima.com.br – (31) 9775 8907
Christina Lima – christina@christinalima.com.br – (31) 9981 4897